segunda-feira, 22 de março de 2010

NOVELA: O HOMEM QUE DEVE MORRER (1971)

O Homem que Deve Morrer foi uma telenovela brasileira produzida e exibida pela Rede Globo entre junho de 1971 e abril de 1972, às 20 horas. Foi escrita por Janete Clair e dirigida por Daniel Filho e Milton Gonçalves, tendo contado com 258 capítulos. Foi produzida em preto-e-branco.

Ciro Valdez é um bom médico, um enviado de outro planeta, ou apenas um charlatão que engana uma cidade de gente ignorante? Por que ele deve morrer? Ester vai conseguir se livrar do carrasco Otto Müller? Por que Baby Liberato vai deixar de ser um playboy? Césario , o mau-caráter cheio de remorsos, vai conseguir ser o gerente da mina de carvão? Talvez você não saiba quem são estes personagens . Eles fazem parte da historia da novela, O homem que deve morrer , exibida no ano de 1971 as 20:oohs.

Otto Müller, personagem inspirado em Hitler, é o maior inimigo de Ciro Valdez, o médico de nascimento estranho que volta a sua cidade natal, aos trinta anos de idade, depois de uma carreira bem sucedida no exterior. Seu conhecimento cientifico e poder telepático são confundidos com poderes milagrosos pelos trabalhadores de Porto azul que o adoram no inicio da trama, para repudiá-lo depois devido a traição de Césario, o espião cheio de remorsos de Otto Müller junto aos trabalhadores da mina de carvão.

Paralelamente à luta de Otto Müller e de Ciro Valdez , motivada por Ester, desquitada do primeiro e apaixonada pelo segundo, se desenvolve dramas paralelos envolvendo os demais personagens numa trama única, também o desmoronamento do casamento de Ricardo Lopez com Sônia por causa do tédio e do amor do marido pela atriz do circo Wanda Vidal também disputada por André.

Baby Liberato, filho do dono da mina, passará a disputar a liderança da mina com seu primo Otto Müller, abandonando aos poucos um tipo de vida inconseqüente, num processo de amadurecimento que custará a vida de muita gente. Enquanto ambos lutam, vai crescendo o espião Césario, namorado de Tula, que passa a ter como modelo o seu chefe Otto Müller, imitando-o até nas taras sexuais. Conta tambem a historia bizarra do Professor Valdez que se apaixona pela estatua de cera da Rainha Cléopatra, num clima science-fiction .
 
TRAMA

Na cidade de Porto Azul, em Santa Catarina, há trinta e um anos, uma misteriosa luz envolveu Orjana e seu pai adotivo, o professor Valdez. Os dois desmaiaram e só voltaram a si no dia seguinte. Na mesma noite, três crianças sonharam com uma estranha luz que vinha do céu. Sonhou também um pescador, mestre Jonas. Dois meses depois da estranha noite, Orjana apareceu grávida. Bárbara teve confirmadas suas suspeitas de que o marido a traía com a filha adotiva do casal, e houve quem afirmasse que Ricardo, o namorado de Orjana, era o pai da criança. Nasceu um menino, que recebeu o nome de Cyro.

Anos depois, o dr. Cyro Valdez, depois de passar um tempo no exterior (sendo diretor geral de um grande hospital), voltou a Porto Azul para operar o comendador Liberato, e com a intenção de ajudar os mais humildes. Mestre Jonas, o pescador que sonhara na misteriosa noite, faz-se seguidor fiel de Cyro, que todos passaram a considerar um santo, por sua grande competência ao clinicar e por ser o menino da tal história.



A trajetória de Cyro em Porto Azul se intensificou quando salvou a vida de Otto Frederico von Müller, o diretor da mineradora da região. Cyro removeu o coração de um jovem negro, Pedrão, e transplantou-o em Otto, que assim conseguiu sobreviver.


O grande problema é que Otto, um vilão ao estilo nazista, é preconceituoso, intolerante e pérfido, e, em vez de ficar agradecido a Cyro por este lhe ter salvo a vida, passa a odiá-lo, e mais ainda ao descobrir o amor do médico por sua ex-esposa, Ester. Daí em diante, as vilanias de Otto e do advogado da mineradora, dr. Paulus - eternamente apaixonado por Ester -, passam a ser o grande obstáculo para que Cyro possa cumprir sua missão. Para os maus de Porto Azul, Cyro é um estorvo que precisa ser eliminado, é o homem que deve morrer.

Contou também a história de Vanda Vidal, uma mulher que sonhava com a felicidade, sonhava em ser uma atriz de renome, e do casamento conturbado entre Inês, filha de mestre Jonas e Rosa, e Baby Liberato, filho do comendador, um rapaz talhado para ser um homem mau, mas que, para frustração do comendador, torna-se um homem de bem, honesto e justo, além das tramas envolvendo as três crianças que sonharam na estranha noite com o não menos estranho acontecimento: André, Lia e Lucas Pé-na-Cova.

ELENCO:

Tarcísio Meira - Cyro Valdez
Glória Menezes - Ester
Jardel Filho - Otto Frederico von Müller
Cláudio Cavalcanti - Baby Liberato
Dina Sfat - Vanda Vidal
Paulo José - André
Gilberto Martinho - Mestre Jonas
Betty Faria - Inês
Edney Giovenazzi - Ricardo
Emiliano Queiroz - Dr. Paulus
Arlete Salles - Lia
Zilka Salaberry - Bárbara
Ênio Santos - Professor Valdez
Neuza Amaral - Orjana
Lídia Mattos - Catarina
Macedo Neto - Comendador Liberato
Ida Gomes - Júlia
Carlos Eduardo Dolabella - Cesário
Lúcia Alves - Tula
Paulo Araújo - Daniel
Ana Ariel - Rosa
Suzana Faini - Sônia
Antonio Pitanga - Lucas Pé-na-Cova
Léa Garcia - Luana
Ruth de Souza - Das Dores
Ivan Cândido - Godoy
Arnaldo Weiss - Professor Zacarias
Tânia Scher - Beth
Valdir Onofre - Pedrão
Zeny Pereira - Conceição
Dary Reis - Valter Coice-de-Mula
Míriam Pires - Carolina
Fernando José - Almeida
Lícia Magna - Clara
Ângela Leal - Ângela
Monah Delacy - Cândida
Francisco Serrano - Dr. Gustavo
Paulo César Pereio - Dr. Roberto
Vinícius Salvatori - Delegado
Jorge Cherques - Werner Von Müller
 
TRILHA SONORA:

1.Menina do Mato - Marcos Samy
2.Porto do Sol - Vanda e Guto
3.Solto no Mar - Sociedade Anônima
4.Um de Nós - Maria Creuza
5.Zambi Rei - Odylon
6.Navegador - Marcos Samy
7.O Homem Que Deve Morrer - Nonato Buzar e Coral (tema de abertura)
8.Wanda Vidal - Orquestra Som Livre (tema de Wanda Vidal)
9.Come To Me Together - Octávio Bonfá
10.Um Certo Dia - Ilka Soares
11.A Lei da Terra - Luis Carlos
12.What Greater Gift Could There Be - Guilherme Lamounier
13.Guerreiro - Jorge Nery
14.O Mesmo Sol - Tarcísio Filho e Glória Menezes

CURIOSIDADES:


Depois de um ano de sucesso em Irmãos Coragem, Tarcísio e Glória voltavam a atuar juntos nessa história mística. A figura de Cyro Valdez, segundo a autora, deveria sugerir a alegoria da vida de Jesus em sua passagem pela Terra. O tema foi considerado impróprio e acabou totalmente censurado. Janete alterou a história, com Cyro incorporando um médico comum. Mesmo assim, a história do homem que "andava por caminhos que nunca foram abertos", como explicava a letra de uma das canções da trilha sonora, foi um sucesso.

A Rede Globo jamais reapresentou a novela. É provável que as fitas com os capítulos de O Homem que Deve Morrer tenham se perdido no incêndio na emissora em 1976.


Registre-se ainda a excelente criação de Jardel Filho para Otto von Müller, um dos mais cruéis vilões da telenovela brasileira.


Janete Clair queria Dina Sfat no elenco da novela, mesmo a atriz estando grávida de sua segunda filha. Dina gravou por um mês, deu à luz a filha e voltou no final da novela.


Um dos destaques da história foi a inclusão de um transplante de coração, cirurgia realizada pela primeira vez no Brasil em 1968, pelo dr. Euríclides de Jesus Zerbini.

Um comentário:

  1. Essa foi uma das novelas que eu mais gostei de assistir, era excelente! O elenco era de primeira, realmente essa foi a época de ouro da TV.

    ResponderExcluir