segunda-feira, 22 de março de 2010

NOVELA: SÉTIMO SENTIDO (1982)

Sétimo Sentido foi uma telenovela brasileira produzida pela Rede Globo e exibida de 29 de março a 8 de outubro de 1982. Foi escrita por Janete Clair e dirigida por Roberto Talma, Jorge Fernando e Guel Arraes e contou com 167 capítulos. Luana Camará volta ao Brasil para recuperar a fortuna de sua família, tomada através de um golpe de Antônio Rivoredo. O problema é que ela ama Rudy, filho de Antônio. Seu maior obstáculo será Tião Bento, o ambicioso administrador das empresas dos Rivoredo. Luana tem o "sétimo sentido" do título, apresenta capacidades paranormais e encarna a figura da falecida atriz italiana Priscilla Capricce.
 O curioso é que, ao passo que Luana odeia Tião Bento, Priscilla se casa com ele. Há também o romance entre Danilo e Sandra, irmã de Rudy; o casamento desajustado deste último com Helenice;e as tramas de Santinha Rivoredo, mãe deles, viúva de Antônio, a qual se casa com o malandro Valério.


CURIOSIDADES DA NOVELA SÉTIMO SENTIDO:

Em Sétimo Sentido, Regina Duarte vivia duas personagens: a paranormal Luana Camará que encarnava o espírito de Priscila Capricce. Regina revelou, em entrevistas, que adorava as personagens e que Priscila foi a precursora da Porcina de Roque Santeiro (1985).

A personagem Gisa seria seria vivida por Débora Duarte, que preferiu recusar por não ser a protagonista. Tamara Taxman brilhou.

Estudiosos do espiritismo criticaram a trama. Alegavam que é impossível a possessão de um espírito sobre uma pessoa. Janete Clair, além da assessoria da parapsicóloga Thelma Tablada, afirmou ter estudado durante um ano temas relativos a paranormalidade, parapsicologia e espiritismo.

A Trilha Sonora Nacional da novela trazia belas canções que marcaram época: "Esotérico" de Gilberto Gil, "Atlântida" de Rita Lee, "Faltando um pedaço" de Djavan, "Atiraste uma pedra" de Maria Bethânia, "Jeito de Amar" de Ney Matogrosso,"As Vitrines" de Chico Buarque e "Charme do Mundo" de Marina Lima. Já a Trilha Sonora Internacional contavam com as belíssimas "Empty Garden" de Elton John, "Anyone Out There" de Duran Duran, "Walk Away" de Udo Jurgens, "Classic" de Adrian Gurvitz e "Chariots Of Fire" de Vangelis.

Natália do Vale mais uma vez fazia par romântico com o ator Cláudio Cavalcanti repetindo o sucesso da novela Água Viva (1980).

A novela contou com duas memoráveis sequências: Priscila Capricce no palco interpretando Branca Dias de O Santo Inquérito, de Dias Gomes - personagem que Regina Duarte havia defendido de fato no teatro; e a deslumbrante sequência de casamento de Priscila e Tião Bento, num ritual cigano.

Tamara Taxman fez de sua personagem Gisa, um grande sucesso. Tanto, que estampou a capa da revista Playboy, de setembro de 1982.

A exemplo de Sétimo Sentido, Nicete Bruno e Regina Duarte contracenaram novamente como mãe e filha, respectivamente, em Rainha da Sucata (1990).

A novela encerrou com esse famoso texto de Janete Clair: "Eu gostaria que o ser humano acreditasse que existe uma força capaz de mudar a sua vida. É bom confiar em si mesmo e esperar um novo amanhecer".

Em Sétimo Sentido, Regina Duarte vivia dois personagens: a paranormal Luana Camará que encarnava o espírito de Priscila Capricce. Regina revelou, em entrevistas, que adorava os persongens e que Priscila foi a precursora da Porcina de Roque Santeiro (1985)

Estudiosos do espiritismo criticaram a trama. Alegavam que é impossível a possessão de um espírito sobre uma pessoa. Janete Clair, além da assessoria da parapsicóloga Thelma Tablada, afirmou ter estudado durante um ano temas relativos a paranormalidade, parapsicologia e espiritismo.

Destaque para a bela abertura que mostrava o rosto da atriz Regina Duarte se movendo numa paisagem celeste, entre estrelas, ao som da música "Vitrines" de Chico Buarque.

A Trilha Nacional da novela trazia belas canções que marcaram época: "Esotérico" de Gilberto Gil, "Atlântida" de Rita Lee, "Faltando um pedaço" de Djawan, "Atiraste uma pedra" de Maria Bethânia, "Jeito de Amar" de Ney Matogrosso e "Charme do Mundo" de Marina. Já a Trilha Internacional contavam com as belíssimas "Empty Garden" de Elton John, "Walk Away" de Udo Jurgens e "Classic" de Adrian Gurvitz.

Natália do Vale mais uma vez fazia par romãntico com o ator Claudio Cavalcanti repetindo o sucesso da novela Água Viva (1980)

A novela contou com duas memoráveis sequências: Priscila Capricce no palco interpretando Branca Dias de O Santo Inquérito, de Dias Gomes - personagem que Regina Duarte havia defendido de fato no teatro; e a deslumbrante sequência de casamento de Priscila e Tião Bento, num ritual cigano.
SINOPSE

A marroquina Luana Camará volta ao Brasil para tentar recuperar sua fortuna roubada pela família Rivoredo. No passado, Antônio Rivoredo passou para o seu nome os bens dos pais de Luana, quando estes foram obrigados a se exilar por problemas políticos, no período Vargas. O patrimônio da família Camará, no entanto, nunca foi devolvido por Antônio Rivoredo.

Tião Bento é o braço direito do falecido Antônio e antagonista de Luana. Ele ambiciona o poder nas empresas da família Rivoredo, mas enfrenta a oposição de Sandra, a filha mais velha de Antônio, com quem vive em conflito. Tião Bento é também uma espécie de Don Juan e tem uma curiosa mania: guarda sempre um pé de sapato das mulheres que seduz.

Os obstáculos enfrentados por Luana fazem com que ela retorne a Casablanca, sua cidade natal, deixando no Brasil seu grande amor, Rudi, outro dos Rivoredo. O rapaz vive uma crise conjugal com a possessiva Helenice.

Luana, que já manifestava sinais de paranormalidade, como visões de situações futuras, acaba sofrendo uma transformação radical: ela assume mediunicamente a identidade da atriz italiana Priscila Capricce e reaparece no Brasil, causando o espanto de todos. O espírito de Priscila possui o corpo de Luana com a intenção de encontrar sua filha desaparecida e cobrar uma promessa feita em uma encarnação passada das duas. Ao contrário da contida e sofrida Luana, Priscila é sofisticada, sensual e descontraída. Ela arrebata o amor de Tião Bento e os dois acabam se casando.

Enquanto corre o processo movido contra a família Rivoredo, Priscila tenta levantar dinheiro para encenar a peça "O Santo Inquérito" e é envolvida em uma série de intrigas.

Sandra Rivoredo (Natália do Valle), a filha mais velha de Antônio, criada para substituir o pai nos negócios. É a presidente das Indústrias de Gêneros Alimentícios Catarina e faz tudo para afastar Tião da direção da empresa. Bom-caráter e responsável ao extremo, chega a abdicar de sua vida pessoal em prol dos negócios.

ELENCO:

Regina Duarte - Luana Camará / Priscilla Capricce
Francisco Cuoco - Tião Bento (Sebastião Bento)
Eva Todor - Santinha (Maria Santa) Bergman Rivoredo
Cláudio Cavalcanti - Danilo Mendes
Carlos Alberto Riccelli - Rudy (Rodolfo Bergman Rivoredo)
Natália do Valle - Sandra Bergman Rivoredo
Armando Bogus - Valério
Nicette Bruno - Sara Mendes
Fernando Torres - Harold Bergman
Beth Goulart - Helenice
Lisa Vieira - Érika Rezende
Sebastião Vasconcelos - Elísio Mendes
Paulo Guarnieri - Tony (Antônio Bergman Rivoredo)
Tamara Taxman - Gisa (Gisela Rezende)
Adriano Reys - Renard
Myriam Pérsia - Mapy Hilder
Heloísa Helena - Augusta
Jacqueline Laurence - Célia
Reinaldo Gonzaga - Gilson Pratini
Miriam Pires - Carolina
Fernando Eiras - Henrique Bergman
Neuza Caribé - Uiara
Otávio Augusto - Jorge
Ruth de Souza - Jerusa
Edwin Luisi - Rubens
Ênio Santos - Tomás Rezende
Jonas Bloch - Jaime
Edney Giovenazzi - Sampaio
Tânia Bôscoli - Alba Rezende
Patrícia Phebo - Cristina
Sônia Clara - Diana Bergman
Jacyra Silva - Pérola
Maralise - Arminda
Izabella Bicalho - Cila (filha de Priscila)
Cassia Foureaux - Ângela
Lajar Muzuris - Domingos
Monique Alves - Rosinha
Terezinha Sodré - Rita
Irma Alvarez - Vanda
David Pinheiro - Padre Gustavo
Nilson Acioly - Kico
Carlos Kroeber - Antônio Rivoredo
Maria Della Costa - Juliana
Yolanda Cardoso - Carla Taglianetti
Lícia Magna - Olga
Alessandra de Melo - Luana (criança)
Agenor Camará (pai de Luana)
Delegado Braga
Camaiura (índio pai de Uiara)
Flaviano (amigo de Célia)
Hilda (diretora da escola onde Luana trabalhou)
Brito (funcionário de Tião Bento)
Marly (conquista de Tião Bento)
Bárbara (mulher ligada ao passado de Tião Bento)
Armando (advogado de Tião Bento)
Borges (agiota que cobra dívida de Tião Bento)
Liberati (empresário de Priscila)
Taglianetti (acusa Priscila do roubo de suas jóias)
Da Matta (produtor de cinema que encomenda um roteiro de filme para Danilo)
Laura (moradora de Pedra Linda que briga com Gisa)
Gusmão (diretor nas Indústrias Catarina envolvido no sequestro de Cila)
Dr. Paulo (diretor nas Indústrias Catarina envolvido no sequestro de Cila)
Lenita (menina cega salva por Luana)
MARIA SANTOS QUIRINO - Bia (tia de Lenita)
Penha
Isabel (filha de Mapy)
Paula (filha de Mapy)
Regina (filha de Mapy)
Rudinho (filho de Rudi e Helenice)
Sebastião (filho de Luana e Tião Bento)
Maria Della Costa- Juliana


LUANA CAMARÁ LEVA UM TIRO
BASTIDORES DA NOVELA:

Em Sétimo Sentido Regina Duarte vivia um papel duplo: a paranormal Luana Camará que encarnava o espírito de Priscila Capricce. Janete Clair voltava a um tema recorrente em sua obra: o duplo. Desde seu primeiro trabalho para TV ela brincou com gêmeos, sósias, troca de personalidade, influenciada por Os Irmãos Karamazov de Dostoievsky. Foi assim com Lara e Diana de Irmãos Coragem, com Simone e Rosana de Selva de Pedra, com Hugo e Raul de O Semideus.

A primeira metade da novela transcorreu morna. A trama só começou a despertar a atenção dos telespectadores a partir da segunda metade, quando a protagonista Luana Camará incorpora o espírito de Priscila Capricce.

Faltando uns 40 capítulos para a novela acabar, Janete descobriu uma doença e teve que ser operada. Para não criar alarde acerca do afastamento da autora, a Globo providenciou um autor substituto na surdina, e assim ninguém ficou sabendo na época que foi Silvio de Abreu quem terminou de escrever Sétimo Sentido. Janete orientava e depois revisava o que Silvio escrevia.

Desde seu primeiro capítulo, a novela sofreu diversos cortes impostos pela censura. Na época, a autora reclamou pela imprensa que a arbritariedade dos cortes deixava a trama "sem pé nem cabeça". A autora teve que driblar imposições absurdas, como a proibição de beijos entre Luana e Rudi, somente porque ele era casado na trama. Já o público acusou injustamente - através de pesquisas realizadas pela emissora - a falta de sensualidade no romance entre Rudi e Luana, na fase inicial da história, ainda sem saber que todas as cenas em que o casal se beijava tinham sido tesouradas em Brasília.

Vale registrar duas memoráveis sequências: Priscila Capricce no palco, interpretando Branca Dias de O Santo Inquérito, de Dias Gomes - personagem que Regina Duarte havia de fato defendido no teatro; e a deslumbrante cerimônia de casamento de Priscila e Tião Bento, num ritual cigano.

Janete Clair mobilizou o público no penúltimo capítulo para o julgamento de Luana, centrando o debate sobre o fenômeno da dupla personalidade.

No capítulo 148, a cena de uma regressão espiritual explicou a ligação de Luana com o espírito de Priscila. Em, vidas passadas, em 1910, elas foram a gêmeas Luciana (Luana) e Maria Pia (Priscila). Maria salvara a vida de Luciana, criando uma dívida de gratidão que seria resgatada no presente.

Regina Duarte declarou em depoimento ao livro Nossa Senhora das Oito:"Sétimo Sentido foi uma aventura linda e estimulante. Eu adorava as duas personagens. A Priscila, aliás, a meu ver, é precursora da Porcina (de Roque Santeiro). (...) Uma grande personagem!"

Estudiosos do espiritismo criticaram a trama. Alegavam que é impossível a possessão de um espírito sobre uma pessoa. Janete Clair, além da assessoria da parapsicóloga Thelma Tablada, afirmou ter estudado durante um ano temas relativos a paranormalidade, parapsicologia e espiritismo.

A novela encerrou com essa famoso texto de Janete Clair: "Eu gostaria que o ser humano acreditasse que existe uma força capaz de mudar sua vida. É bom confiar em si mesmo e esperar um novo amanhecer."

TRILHA SONORA:
Nacional

01. Gilberto Gil - Esotérico
02. Ney Matogrosso - Jeito de Amar
03. Maurício - A Cada Momento
04. Luiz Gonzaga Jr. - Ser, Fazer, Acontecer
05. Marina Lima - Charme do Mundo
06. Chico Buarque - As Vitrines (tema de abertura)
07. Rita Lee - Atlântida
08. Vinícius Cantuária - Coisa Linda
09. Djavan - Faltando um Pedaço (tema de Luana e Rudi)
10. Maria Bethânia - Atiraste uma Pedra
11. João Gilberto, Caetano Veloso e Gilberto Gil - Disse Alguém
12. MPB-4 - Magia
13. Cauby Peixoto - Então Tá
Internacional

01. Elton John - Empty Garden (5:06)
02. Duran Duran - Anyone out There (3:59)
03. Don McLean - Castles in the Air (3:39)
04. Ray Parker Jr - The Other Woman (3:59)
05. Udo Jurgens - Walk Away (3:45)
06. Mary Wells - Gigolo (3:14)
07. Bianco - Silenzio (2:31)
08. Vangelis - Chariots of Fire (3:19)
09. Adrien Gurvitz - Classic (3:37)
10. War - You Got the Power (3:57)
11. Rod Stewart - How Long? (4:10)
12. Patrick Cowley - Megatron Man (3:57)
13. Michael Henderson - Make it Easy on Yourself (3:42)
14. Danielle - Tristesse (2:46)

Nenhum comentário:

Postar um comentário