domingo, 4 de abril de 2010

NOVELA: ASSIM NA TERRA COMO NO CÉU (1970/71)


Autoria: Dias Gomes
Direção: Walter Campos
Período de Exibição: 20/07/1970 - 23/03/1971
Horário: 22h
Nº de capítulos: 212
Foi produzida em preto-e-branco.

TRAMA

Na Ipanema de 1970, o padre Vitor Mariano abandona a batina para se casar com a jovem Nívea, mas ela é misteriosamente assassinada. Ele volta a usar a batina mas ao tentar desvendar o mistério conhece Helô, filha de um milionário, e se apaixona por ela. Mais uma vez ele abandona a batina em nome da felicidade.Nívea (Renata Sorrah), uma garota típica do bairro de Ipanema, no Rio de Janeiro, se apaixona pelo padre Vítor (Francisco Cuoco). Ele larga a batina para viver um romance com Nívea, mas logo no início da trama, ela é encontrada morta na praia. Na tentativa de entender o motivo do crime, o ex-padre une-se a um grupo de cafajestes liderados por Renatão (Jardel Filho) e Samuca (Paulo José). Vítor conhece Helô (Dina Sfat), a melhor amiga de Nívea, e acaba se apaixonando por ela.

- O personagem Renatão é um quarentão simpático e mulherengo. Ele faz com que o amigo Samuca se case com Consuelo (Estelita Bell), uma senhora sexagenária rica que apresenta vários problemas de saúde. Ela, no entanto, milagrosamente, se recupera. Os dois, então, passam a armar vários planos na tentativa de matá-la, mas todos falham, colocando um fim na esperança de Samuca herdar toda a fortuna.

- Outros personagens marcantes na história foram Ricardinho (Carlos Vereza), filho de um ex-presidiário acusado de matar o amante da mãe, e o costureiro Rodolfo Augusto (Ary Fontoura). Esse último personagem é considerado uma das primeiras representações de um homossexual em televisão.

- Assim na Terra Como no Céu mostrava a moda e os costumes da juventude “dourada” de Ipanema. Outros temas abordados na trama foram os delitos e infrações cometidos pelo grupo de cafajestes, a questão do celibato dos padres e o problema do consumo de drogas, tratado pela primeira vez numa telenovela.

- A novela inovou ao apresentar no começo da trama o assassinato da personagem principal. A novidade não agradou aos telespectadores, e Nívea voltou a aparecer em flashback. A identidade do assassino só foi revelada no final da novela. O crime foi cometido por Mariozinho, interpretado por Osmar Prado.

CURIOSIDADES

- Grande parte do elenco da trama anterior de Dias Gomes, Verão Vermelho, foi aproveitada na novela.

- O autor Dias Gomes recebeu um abaixo-assinado das alunas do Colégio Pedro II dizendo que o fantasma de Nívea iria acompanhá-lo para o resto de sua vida.

- Dias Gomes escrevia os últimos capítulos de Assim na Terra Como no Céu, quando recebeu uma intimação do Comando do Primeiro Distrito Naval, determinando o seu comparecimento no inquérito policial militar para apurar atividades subversivas. Na época, o autor tentou adiamento do processo, no entanto, o capitão-tenente encarregado do caso recusou o pedido. No dia do depoimento, marcado no antigo Ministério da Marinha, o oficial disse que aceitaria o pedido, mas só se Dias Gomes lhe contasse quem era o assassino da personagem Nívea. Na ocasião, o autor brincou com a inusitada situação: “Isso eu não confesso nem sob tortura”.

 -Assim na Terra Como no Céu foi o primeiro trabalho do ator Francisco Cuoco na Rede Globo, vindo dos sucessos de Redenção e Sangue do meu Sangue, ambas na extinta TV Excelsior.

O diretor de televisão Régis Cardoso narra em seu livro No Princípio Era o Som que o autor apresentou a história à emissora, mas sem um título. Depois de muito tempo pensando, os altos diretores da estação resolveram rezar uma oração do Pai Nosso, para ver se achavam uma luz. Ao ouvir o verso "Assim na terra como no céu", Borjalo disse que o título seria esse.

O sucesso dos personagens de Jardel Filho e Paulo José foi tão grande que o público se ligou mais neles que no drama do personagem principal.

A atriz Renata Sorrah estreava também nas novelas e fez tanto sucesso que o público queria que sua personagem Nívea ressuscitasse na história.

A versão do tema de abertura apresentada na televisão não consta da trilha sonora lançada comercialmente, mas de outro disco com temas de novelas.


ELENCO

Francisco Cuoco - Vítor
Dina Sfat - Heloísa (Helô)
Mário Lago - Oliveira Ramos
Jardel Filho - Renatão
Paulo José - Samuca
Renata Sorrah - Nívea
Carlos Vereza - Ricardinho
Maria Cláudia - Suzy
Ary Fontoura - Rodolfo Augusto
Heloísa Helena - Danuza
Arlete Salles - Jurema
Djenane Machado - Verinha
Herval Rossano - Otto
Ivan Cândido - Araken
Henriqueta Brieba - Tia Coió
João Paulo Adour - Marcos
Lajar Muzuris - Konstantopulus
Lídia Mattos - Miss July
Maria Luiza Castelli - Eliza
Osmar Prado - Mariozinho
Paulo Gonçalves - Leopoldo
Sandra Bréa - Babi
Estelita Bell - Consuelo
Theo De Faria - Bicho
Suzana Moraes - Joana
Urbano Lóes - Delegado Sérgio de Oliveira - Advogado
Ruth de Souza - Isabel
Paulo Padilha - Emiliano
Maria Pompeu - Marisa
Antero de Oliveira - Maõzinha
Fernando José - Gouveia
Juan Daniel - Dom José
Léa Garcia - Vespertina
Adalberto Silva - Zé Gregório
Vanda Lacerda - Marieta
Vera Brahim - Maria Regina
Alex André - Dom Eliseu
Agnes Fontoura - Adelaide
Carlinhos Oliveira - Lauro


TRILHA SONORA

01.Mon Ami - José Roberto (tema de Vítor Mariano) (Abertura)
02.Assim na Terra Como no Céu - Tim Maia
03.Quem Viu Helô? - Claudette Soares (tema de Helô)
04.Tema de Suzi - Umas & Outras
05.Tomara - Maria Creuza (tema de Joana)06.Amiga - Claudette Soares e Ivan Lins (tema de Vitor e Heló)
07.Sei Lá - A Tribo (Tema de Maria Lúcia)
08.Quarentão Simpático - Umas & Outras (tema de Renatão)
09.Tema de Zorra - Orquestra CBD
10.Tema Verde - Denise Emmer (tema de Nivea)
11.Que Sonhos São Meus? - Milton Santana (tema de Jurema)
12.Tema Noturno - Umas & Outras (tema de Samuca)
13.Assim na Terra Como no Céu - Roberto Menescal(instrumental) (tema do Padre Vitor)


LP EXTRA
Fontes: Depoimentos concedidos ao Memória Globo

REVISTA DA ÉPOCA

PADRE VICTOR (FRANCISCO CUOCO) REVISTA MELODIAS

Nenhum comentário:

Postar um comentário