quarta-feira, 29 de setembro de 2010

NOVELA: CARINHOSO (1973)

Autoria: Lauro César Muniz
Direção: Walter Campos
Supervisão: Daniel Filho
Período de exibição: 02/07/1973 – 19/01/1974
Horário: 19h00
Nº de capítulos: 174

Cecília (Regina Duarte) é filha única de Felipe (Gilberto Martinho), um dos criados da mansão dos Vasconcellos, família rica e tradicional do Rio de Janeiro. Criada na companhia dos filhos dos patrões, a jovem se apaixona pelo mais novo, Eduardo (Marcos Paulo), com quem começa a namorar. Mas Eduardo é um playboy inconsequente e incapaz de levar a sério o relacionamento com Cecília. Desapontada com a imaturidade do namorado e disposta a esquecê-lo, ela abandona a mansão e vai trabalhar numa companhia aérea. Logo é promovida à aeromoça e, por conta do novo emprego, vai morar em Nova York, onde desabrocha e se torna uma mulher encantadora. Três anos depois, ela retorna ao Rio para rever o pai e reconquistar o coração de Eduardo. Ele, desta vez, não resiste.

O romance de Cecília e Eduardo, entretanto, encontra toda a sorte de opositores, a começar pelas famílias dos dois. Os Vanconcellos reprovam a união do seu filho mais novo com a filha de um dos criados. Humberto (Cláudio Marzo), o irmão mais velho de Eduardo, secretamente apaixonado por Cecília, tenta de todas as formas atrapalhar o namoro, contando com a ajuda da governanta Esmeralda (Lícia Magna) e do próprio Felipe, que teme que a filha se desiluda.

 Há ainda Marisa (Débora Duarte), ex-namorada de Eduardo, que ainda o ama, e Santiago Morales (Herval Rossano), empresário argentino que ajudara Cecília nos seus primeiros dias em Nova York e que volta ao Brasil para tentar conquistá-la.

No entanto, apesar de todas as intrigas e armadilhas, o que realmente separa Cecília e Eduardo é a percepção da parte dela de que o rapaz não é o homem com quem sonhara. O homem da sua vida, ela descobre depois de rejeitar educadamente a corte de Santiago e passar por vários encontros e desencontros amorosos, é Humberto. Os dois declaram o seu amor um pelo outro e ficam juntos.

Entretanto, para a surpresa de todos, Cecília abandona Humberto para se casar com Santiago, ao descobrir, por intermédio de uma carta da irmã do empresário, que ele tem uma doença terminal e poucos dias de vida. Mesmo sem amá-lo, ela acha que tem uma dívida com ele, pela forma como ele a ajudou em NovaYork, e se lança em um casamento conturbado e infeliz. Somente nos capítulos finais, Cecília descobre que a carta fazia parte de um plano de Santiago para conquistá-la. Ela, então, se separa e volta para Humberto.

O triângulo amoroso formado por Sérgio (Fúlvio Stefanini), Ivone (Rosamaria Murtinho) e Paulo (Cláudio Cavalcanti) também foi destaque na novela.

CURIOSIDADES

Pela primeira vez, foram usadas câmeras portáteis, alugadas nos Estados Unidos, para realizar as cenas externas, dirigidas por Daniel Filho em diversos pontos turísticos de Nova York. Com isso, as gravações de externas ficaram mais ágeis, já que o novo equipamento era muito mais fácil de ser transportado. A TV Globo decidiu, então, passar a usar as novas câmeras e aposentar o equipamento antigo.

A trama de Carinhoso foi inspirada na peça "Sabrina Fair – A Woman of the World", de Samuel Taylor, encenada em 1953. A peça também deu origem ao filme "Sabrina", comédia romântica de 1954, dirigida por Billy Wilder. O autor Lauro César Muniz conta que teve o cuidado de escrever ao dramaturgo informando-lhe que havia se baseado no triângulo amoroso da sua peça para escrever uma telenovela, apesar de considerar seu enredo apenas superficialmente semelhante ao original.

O papel de Cecília foi escrito especialmente para a atriz Regina Duarte, que voltava a formar com Cláudio Marzo um dos pares românticos mais marcantes da televisão brasileira, sucesso nas novelas Irmãos Coragem (1970) e Minha Doce Namorada (1971). Regina Duarte conta que uma das chaves para sua atuação foi o papel de Kim Novak no filme "Picnic", dirigido por Joshua Logan em 1955.

Para Lauro César Muniz, Carinhoso foi tão bem-realizada e conseguiu resultados tão positivos que poderia chegar facilmente aos 200 capítulos, sem prejuízo para a história. A novela, porém, teve de ser concluída antes do que o autor imaginava, porque Regina Duarte anunciou que estava grávida. Na medida em que a gravidez foi se tornando evidente, aumentou o número de cenas da atriz com tomadas em close, ao passo que uma dublê passou a fazer os planos longos.

Herval Rossano, em princípio, só participaria de nove capítulos de Carinhoso, mas seu Santiago Morales ganhou a simpatia do público. O sucesso foi tanto que ele permaneceu até os últimos capítulos e tornou-se o grande vilão da novela.

O chorinho "Carinhoso", clássico de Pixinguinha e João de Barro, gravada pelo músico Márcio Montarroyos, era o tema da abertura da novela.
CURIOSIDADES DA NOVELA CARINHOSO


Na novela Carinhoso, da TV Globo, o ator Cláudio Cavalcanti fazia papel de um professor de inglês que possuía um Gordini cujo apelido era Cacilda. Herval Rossano fala de Carinhoso.

Em 1973 fui convidado para interpretar o papel de um argentino em nove capítulos da novela "CARINHOSO". Santiago, o meu personagem teve tal sucesso que ficou em cena por mais de 200 capítulos.


QUEM É A JOVEM CECÍLIA?

jovem Cecília (Regina Duarte), na tentativa de esquecer as desilusões e os aborrecimentos causados por Eduardo, decide ser aeromoça e vai morar em Nova York. Eduardo (Marcos Paulo) é um playboy, filho dos patrões do pai de Cecília, Felipe (Gilberto Martinho), o chofer da rica família Vasconcellos. Três anos depois, Cecília volta ao Rio de Janeiro, decidida a reconquistar seu grande amor, apesar da oposição da família do rapaz, sobretudo do irmão mais velho, Humberto (Cláudio Marzo), apaixonado por ela.

Outro homem também cruza o caminho de Cecília. É Santiago Morales (Herval Rossano), um argentino rico que ela conheceu em Nova York e que vem ao Brasil para tentar conquistá-la. Envolvida com Eduardo e Humberto, Cecília diz a Santiago que ama outro homem.

Com o tempo, ela aproxima-se mais de Humberto, porque Marisa (Débora Duarte), ex-namorada de Eduardo, luta por ele com todas as armas.Um dia dia, Cecília recebe uma carta misteriosa da irmã de Santiago, Clara (Irma Alvarez), e fica sabendo que ele tem uma doença incurável e pouco tempo de vida. Surpreendendo a todos, ela se casa com o argentino. Porém trata-se de um plano arquitetado por Santiago para ter Cecília de volta.

Depois de um casamento conturbado e infeliz, a verdade é descoberta e Cecília, livre, volta para o Rio de Janeiro, provocando um desgaste entre os irmãos Vasconcellos. Ao final, Eduardo está decidido a abrir mão de seu amor por Cecília. Numa discussão com Marisa na estrada Rio-Petropólis, Eduardo perde o controle do carro, o que causa um acidente e a morte dos dois. Apesar de Humberto ter se revelado um homem fraco e de atitudes voltadas apenas para o trabalho, desperta segurança em Cecília e consegue finalmente conquistar seu amor.



BASTIDORES
-Primeira novela de Lauro César Muniz na Globo, escrita especialmente para Regina Duarte.

-Teve como ponto de partida o filme Sabrina, de Billy Wilder, com Audrey Hepburn.

-A história não tinha uma sustentação maior a não ser encontros amorosos dos personagens, que se comportavam todos com fragilidade e insegurança. Apesar disso a novela registrou relevante sucesso.

-Além da história de Cecília, havia ainda outros focos de atenção: os triângulos Sérgio (Fúlvio Stefanini),

Ivone (Rosamaria Murtinho) e Paulo (Cláudio Cavalcanti), e, posteriormente, Ivone, Sérgio e Renata (Suzana Faini), já que Paulo se envolvia com Leda Maria (Lúcia Alves).

-Carinhoso terminou antes do prazo por causa da gravidez de Regina Duarte. Não dava para disfarçar, e ela não podia casar na novela, pois era a protagonista. Se casasse terminaria a história. Regina estava grávida de Gabriela Duarte, que se tornaria atriz e atuaria com a mãe em produções como Por Amor e Chiquinha Gonzaga.

-Nessa novela a produção foi gravar pela primeira vez nos Estados Unidos. Daniel Filho menciona em seu livro Antes que me Esqueçam:"Morri de medo quando estava gravando as cenas aéreas de abertura da novela, feitas num helicóptero. Morro de medo de voar. Fiquei tentando convencer os norte-americanos de que minha presença no helicóptero não era necessária. (...) Não consegui escapar".

-Imagens de alguns dos principais pontos turísticos de Nova York apareciam na abertura da novela: Central Park, Greenwich Village, World Trade Center, Times Square, Broadway, Empire State Building, Estátua da Liberdade. E da mesma forma, paisagens cariocas eram mostradas no encerramento.

-A TV Globo foi a primeira emissora brasileira a utilizar câmeras eletrônicas portáteis em suas produções. Antes, para gravar cenas externas, era necessário carregar trombolhos que pesavam de 50 a 70kg. Daniel Filho (com Carinhoso) e Fábio Sabag (com o Caso Especial) inauguraram o equipamento VR-3000, apesar das imagens ainda serem em preto-e-branco.

-Daniel conta em outro livro seu, O Circo Eletrônico:"Carinhoso teve esse nome porque a gente resolveu colocar a música de Pinxinguinha como abertura. Boni estava profundamente apaixonado pelo excelente trumpete que tocava o Márcio Montarroyos e saímos em busca do título, que tinha que ser romântico. Boni disse: 'Por que não Carinhoso?".

-A novela foi reprisada às 13h30 logo após seu término, e teve uma segunda reprise, no mesmo horário, entre 20 de setembro de 1978 e maio de 1979.

-Esse era o texto narrado na apresentação das cenas do próximo capítulo da novela (prática comum na época):"Amor, um brinquedo perigoso. O destino brincando e jogando com gente. Uma mulher a espera de um homem... carinhoso."


Elenco: Ademir Rocha, Arthur Costa Filho (Ramon), Célia Biar (Hermínia), Cláudio Cavalcanti (Paulo), Cláudio Marzo (Humberto), Débora Duarte (Marisa), Fúlvio Stefanini (Sérgio), Germano Filho (Arquimedes), Gilberto Martinho (Felipe), Herval Rossano (Santiago), Irma Alvarez (Clara), Jorge Cherques (Vasconcelos), Juan Daniel, Lícia magna (Esmeralda), Lídia Vani (Isaura), Lúcia Alves (Leda Maria), Marco Nanini (Faísca), Marcos Paulo (Eduardo), Marlene Costa, Mary Daniel (Marieta), Mauro Mendonça (Vicente), Regina Duarte (Cecília), Reinaldo Gonzaga (Julinho), Riva Blanche (Mariana), Rosmaria Murtinho (Ivone), Rosita Thomaz Lopes, Suzana Faini (Renata), Talita Miranda (Luzia), Zeny Pereira (Donana).

TRILHA SONORA DA NOVELA CARINHOSO
 

NACIONAL

01-"Amar, Sofrer e Sonhar" - Nuvens
02-"Mentira" - Marcos Valle
03-"As "Moça"" - Osmar Milito e Trama
04-"Manhã de Sol" - Piry e seu Conjunto
05-"Priscila" - Fernando Leporace
06-"Posso Ver o Mundo Pela Janela" - Trama
07-"Amar, Sofrer e Sonhar (Instrumental)" - Nuvens
08-"Carinhoso" - Márcio Montarroyos
09-"Manhattan" - Márcio Montarroyos
10-"Da Cor do Pecado" - Márcio Montarroyos
11-"Chão de Estrelas" - Márcio Montarroyos
12-"Maria" - Márcio Montarroyos
13-"Mulher" - Márcio Montarroyos
14-"Rancho Fundo" - Márcio Montarroyos


INTERNACIONAL


01-"One Day in Your Life" - Michael Jackson
02-"Skyline Pigeon" - Elton John
03-"Soul Makossa" - Manu Dibango
04-"For Once In My Life" - Gladys Knight & The Pips
05-"Tie a Yellow Ribbon" - Glenn Simon
06-"Window" - Paul Bryan
07-"Free For All" - Free Sound Orchestra
08-"La Crabe" - Françoise Hardy
09-"He" - Family Child
10-"Manhattan" - Sally Baldwin
11-"Your Love" - Nathan Jones Group
12-"For Better" - Chrystian
13-"Lady" - Puzzle
14-"Geri" - Jack & Jill

REVISTAS DA ÉPOCA 1973

Um comentário: