sábado, 2 de outubro de 2010

NOVELA: O SANTO MESTIÇO (1968)

Autoria: Glória Magadan
Direção: Fabio Sabag
Período de exibição: 19/02/1968 – 04/06/1968
Horário: 19h00
Nº de capítulos: 80


Baseada na história real de São Martinho de Porres (Sérgio Cardoso), primeiro sul-americano canonizado pela Igreja Católica, a trama é ambientada num fictício país latino-americano. O padre dominicano – personagem principal da história – enfrenta uma forte perseguição religiosa, mas a vontade de ajudar os fiéis faz com que ele permaneça em seu país.

Além do padre São Martin de Porres, Sérgio Cardoso representava dois outros papéis na novela, o que causou problemas no desenvolvimento de seu trabalho. Rosamaria Murtinho interpretava uma tenente da milícia feminina. Ela prendia revolucionários e acreditava que os padres e a religião eram um perigo para o regime que representava.

Apesar de ser uma produção da TV Globo de São Paulo, O Santo Mestiço teve cenas externas gravadas no Rio de Janeiro.

O ator Sérgio Cardoso fez pesadas críticas ao texto de Glória Magadan, o que abalou a posição de grande influência da novelista na dramaturgia da TV Globo.



ELENCO: em ordem da abertura

Ator Personagem

Sérgio Cardoso Padre Ramiro

Rosamaria Murtinho Isabel

Edney Giovenazzi Gerardo

Germano Filho César

Isabella Tina

Com

Ator Personagem

Turíbio Ruiz Tenório

Lucimara Parisi Lucimeire

João Carlos Heitor

Celso Marques Feliphe

E apresentando

Ator Personagem

Diná Lisboa Caroliny

Clara Lee Solange

E as crianças

Ator Personagem

Luís Pini Crispim

Tamara Restier Renatinha


CURIOSIDADES
 
Santo Mestiço reiniciou a exibição de novelas no horário das sete da Rede Globo, mas em São Paulo foi exibida às 21:30 horas.

Em 1965, três novelas tinham sido apresentadas no horário das sete - Rosinha do Sobrado, A Moreninha e Padre Tião - mas não tiveram substitutas em sequência.

Em 1964 a vida do santo foi transformada em telenovela no México, intitulada San Martín de Porres, teve grande sucesso.

Sérgio Cardoso teve sua experiência mais desastrosa desde que aderiu à telenovela ao interpretar três papéis.

Por causa da posição de Sérgio Cardoso contra o texto de má qualidade de Glória Magadan, surgiu o movimento que a tiraria da posição de diretora do núcleo de teledramaturgia da Rede Globo.

O fracasso dessa novela fez com que Sérgio voltasse para a Tupi onde faria um dos maiores sucessos de sua carreira, Antônio Maria, de Geraldo Vietri em 1968. Em 1969 ele seria novamente contratado pela Rede Globo para estrelar A Cabana do Pai Tomás e permaneceria na emissora até a sua morte em 1972.

Nenhum comentário:

Postar um comentário